BannerAtivosMaior

29d06059-edc0-4081-9f04-53e2841efa70

LojasBricio

QueroDelivery1080x335

ZECA_NASSAL_SEMENTEIRA_BANNER_LAGNOTICIAS_1080x345px

MinasNet

BoloBom

supermoda

habyto

banner site lagarto2.1

Pet2

9 de agosto de 2018 - 10:59, por Marcos Peris

Perda nas lavouras de milho já chegou a 75% nos municípios sergipanos

O número de produtores rurais atingidos com a estiagem só aumenta.  A perda na produção de milho é hoje de 75% no estado de Sergipe e nos municípios do Alto Sertão a perda já de 100%. A Federação da Agricultura e Pecuária de Sergipe (FAESE) já vem adotando algumas medidas para minimizar o prejuízo dos produtores de milho.

Mais de 3 mil produtores estão sendo afetados com a estiagem. Depois da reunião realizada no dia 23 de julho com os produtores, bancos e técnicos agrícolas, alguns municípios decretaram estado de emergência e os produtores estão sendo orientandos a procurar os bancos para realizar o processo de comunicação da perda das lavouras para liberação do seguro Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e das áreas para silagem.

Nos municípios do Alto Sertão a perda é de 100%

Nos municípios do Alto Sertão a perda é de 100%

O presidente da Faese, Ivan Sobral, explica que os produtores de milho precisam procurar os bancos para comunicar a perda das lavouras. “Até o momento, aproximadamente 10% produtores procuraram os bancos. Esta ação precisa ser imediata para que o produtor possa ainda aproveitar a área para silagem”, orienta.

Ainda segundo o presidente Ivan Sobral, a Faese está estruturando uma proposta para renegociação das operações de crédito. “Vamos levar esta proposta para o Governo Federal solicitando o parcelamento do saldo dos prejuízos que o seguro não cobriu nas mesmas condições do contrato original”.

Em Sergipe, os municípios de Simão Dias, Pinhão e Carira se destacam na produção de milho.

Milho

O milho representa a maior área de lavoura do Estado e maior valor bruto de produção. Representa 33% de todas as operações de credito rural no estado, sendo 90% do custeio agrícola. São 3.500 operações com o valor total de R$ 180 milhões por ano.

Segundo a Faese, com a estiagem o prejuízo da safra é equivalente à R$ 78 milhões e R$ 204 milhões deixarão de ser movimentados na economia do Estado, gerando uma frustração de R$ 282 milhões.

Praia do Saco

 

Situada no litoral sul de Sergipe, quase na Bahia, a Praia do Saco é uma das mais famosas do estado. Com um mar azul e areia bem fina, as paisagens são lindas! Um passeio de buggy revela dunas maravilhosas, com pontos de vista panorâmica da praia. Há ainda uma lagoa artificial que pode ser visitada apenas de buggy.

 

#Envie também a sua foto para o espaço. (Foto: Internet)

Desenvolvido pela Efeito X